quarta-feira, 6 de maio de 2015

Cidadão global - DALira

Não é a primeira vez que posto uma poesia deste autor que tem como codinome DALira. Escreve o que sente em relação a algo e decidiu que seria uma ótima ideia divulgar sua poesia. Se ainda não leu a primeira poesia dele >> clique aqui <<  

Série: Global.
Anônimo, imaginário,         
Modêlo universal.
Numeral de nascimento,                                          
De identidade, CTC, CPF;
Cartões, Título, Prontuário.
Devidamente urbanizado
Por qualquer eficiente escriturário
Num cadastro geral.
Atestados diversos. - A propósito!
Sendo o último de óbito...

Ariano Suassuna - Doidos





Link: https://youtu.be/yo7Y0TmMXWI

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Mudamos de endereço!

O endereço do blog agora é: sl-sobreliteratura.blogspot.com

FALE COMIGO!

Aqui ao lado haverá um "formulário de contato" neste formulário, vocês poderão me enviar, idéias, sugestões, perguntas, textos, poesias, poemas, (podendo dedicar ao dia das mães), etc. Seus textos e mensagens serão publicados aqui. Vocês podem preencher este formulário na página "Fale comigo" ou aqui ao lado >>>>>>>>>>>

domingo, 3 de maio de 2015

O DIA DAS MÃES SE APROXIMA!

O dia das mães está chegando, já pensou no que dar de presente para sua mãe? Que tal um texto, uma poesia ou um poema? Clique aqui >>>

sábado, 2 de maio de 2015

Resposta do "vamos jogar?"

Não concorda, pois as pessoas raramente se beijam. 

Para o dia das mães

Para sempre
 Carlos Drummond de Andrade

Clique na imagem


Ainda não fizeram os testes?

Coloquei os testes como uma forma de interagir com o público. Não é uma ideia fixa, então posso excluir ambos com o tempo. Porém se ainda não fez, faça agora!

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Vamos jogar?

Aqui do lado eu coloquei um questionário que ficará ali até amanhã, vocês poderão votar na resposta que consideram correta, e no final eu colocarei aqui qual realmente era a resposta correta. Façam é divertido e muito fácil! >>>>>

Sobre o beijo dos jovens, texto escrito por Drummond

   Na minha opinião, em parte Drummond está certo, é realmente raro ver pessoas na rua trocando carícias (claro que dentro do controle), e como ele disse as pessoas "raramente se osculam" ou, como pode ser entendido, raramente se beijam. No final ele fala que "faria um projeto multando (sem polícia especial) os casais que não se beijassem" claro que, na minha opinião, as pessoas podem se beijar, mais nada que saia do controle e acabe por se tornar algo obsceno.O QUE? Você ainda não leu este texto? Acesse: http://diversidadedetextospoemasepoesias.blogspot.com.br/p/textos.html  e BOA LEITURA!

Feliz dia do trabalhador!!!

Feliz dia para você que sai de casa sempre cedo, que trabalha duro todo dia, que dá o seu melhor! 

domingo, 12 de abril de 2015

Dialética - Vinicius de Moraes

É claro que a vida é boa
E a alegria, a única indizível emoção
É claro que te acho linda
Em ti bendigo o amor das coisas simples
É claro que te amo
E tenho tudo para ser feliz
Mas acontece que eu sou triste...

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Errar pior ( uma poesia que eu criei)

Sei que já errei,
Mas errar não é errado.
É uma coisa que aprenderei
É um tipo de aprendizado.

Muitas vezes eu errei...
Nada tinha para justificar,
Me perdi sem saber
Se deveria mesmo errar.

Nada posso fazer,
O impulso é maior...
Não é questão de sofrer,
E sim de errar pior

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Alegria que ele quer - João Guimarães Rosa




Deus nos dá pessoas e coisas,
para aprendermos a alegria...
Depois, retoma coisas e pessoas
para ver se já somos capazes da alegria
sozinhos...
Essa... A alegria que ele quer.

quinta-feira, 2 de abril de 2015

A vida da gente - DALira


Essa é a primeira poesia que digito de alguém que escreve para passar o tempo ou até mesmo se divertir. " DALira" foi como decidiu assinar.


“Quanto mais eu faço contas,
Mais contas tenho a pagar!”
-É água!
-É luz!
-Telefone
-carnês pra lá e pra cá!
Além disso aumenta tudo
Não sei mais o que eu faça?
Sem ter a quem reclamar...
(Acho que vou endoidar!...)

sexta-feira, 27 de março de 2015

terça-feira, 24 de março de 2015

Que eu me lembre - Clarice Lispector

Olhe, tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras.
Sou irritável e firo facilmente.
Também sou muito calmo e perdoo logo.
Não esqueço nunca.
Mas há poucas coisas de que eu me lembre. 


Todo o teu espaço - Mario Quintana

Quero todo o teu espaço
e todo o seu tempo.
Quero todas as tuas horas 
e todos os teus beijos.
Quero toda a tua noite
e todo o seu silêncio. 


quarta-feira, 18 de março de 2015

Deixem recomendações nos comentários

   Vocês podem deixar aqui nos comentários, se quiserem, recomendações de poesias ou poemas, eu irei ler o poema ou poesia, e dependendo do assunto, eu a postarei aqui.

Em breve, postarei poesias.

   Desculpem pela demora para postar alguma poesia, estou digitando-a ( a poesia de pessoas que querem publicar agora) e em breve vou postá-la. Este blog foi criado especialmente, para postar poesias de poetas famosos e conhecidos (que eu admiro) ou de pessoas que fazem poesias por diversão, e decidiram publicá-las. Por enquanto, estou fazendo uns ajustes no blog, para que fique confortável e de fácil acesso.

terça-feira, 17 de março de 2015

Carlos Drummond de Andrade

  

   Nasceu em 31 de outubro 1902, o modernismo não alterou sua forma de criar poesias, várias de suas obras foram traduzidas para o inglês, português, espanhol, sueco, etc.
Drummond foi considerado durante muito tempo o poeta mais influente da literatura brasileira.Traduziu várias obras estrangeiras como: García Lorca (Doña Rosita, la soltera o el lenguage de las flores, 1935; Dona Rosita, a solteira). A família insistia para que ele obtivesse um diploma, sendo assim ele se formou em farmácia. Drummond assim como muitos, era um exemplo de escritor, admirado por vários faleceu em 17 de agosto de 1987.

Elizabeth Bishop

  



   Era uma autora americana, considerada uma das melhores poetisas. Nasceu em 8 de fevereiro de 1911 e faleceu em 6 de outubro de 1979. Tinha planos de visitar toda a América do sul com um intuito de encontrar um sentido para vida, já que havia perdido seu pai, que morreu por causa da insuficiência renal, e sua mãe que graças a essa tragédia foi aos poucos perdendo o equilíbrio mental, sendo assim internada.Logo Elizabeth foi morar com os avós maternos. Após escrever vários livros e poesias, a poetisa morreu com Aneurisma Cerebral, que é uma dilatação que se forma na parede enfraquecida de uma artéria do Cérebro, deixando assim, muitos leitores e apreciadores de seu trabalho. 


Recomendações.

   Gostaria de fazer recomendações de poesias como:
-"A arte de perder" de Elizabeth Bishop
-"Para sempre" de Carlos Drummond de Andrade 
   Entre outras, que colocarei com o passar do tempo.